quinta-feira , 18 dezembro 2014
Você está aqui: Capa » Destinos de viagem » Brasil » Recife e Olinda

Recife e Olinda

Recife, capital de Pernambuco.  Visitamos a cidade em duas ocasiões – 1999 e 2004.

Colonizada por holandeses, a cidade ainda tem os traços da época da colonização na sua arquitetura.  É considerada a Veneza brasileira, porque tem muitas pontes e muitos rios e a capital dos mergulhos, pois possui 12 naufrágios operáveis na costa.

Famosa pelo seu Carnaval ritmado pelo frevo, do Maracatu, dos desfiles de bonecos gigantes durante a folia e o internacionalmente conhecido bloco do Galo da Madrugada.

No centro de Recife, visitamos a Casa da Cultura – antiga Casa de Detenção operante no período de 1850 a 1973.  Suas celas, desde 1976 foram abertas ao público como lojas de artesanato e outras coisas típicas da região.  Ainda há uma cela original para visitação.

Visitamos a Capela Dourada, datada do século XVIII.

Passamos pelas Rua Bom Jesus onde no apogeu econômico da região foram construídos casarios alongados e estreitos, com arquitetura de influência holandesa.  Me lembro, à época que disso o guia do tour que as casas, dependendo da possibilidade econômica dos moradores possuia “eira” e “beira” nos telhados e daí que viria o jargão “sem eira nem beira”, para os menos abastados.

Durante o passeio ao central, visitamos, também, a 1ª Sinagoga das Américas – Kahal Zue Israel.  Vimos, inclusive, o trabalho de alguns funcionários nas escavações.

A praia mais famosa de Recife é a praia de Boa Viagem, muito bonita, por sinal.

Fomos a Olinda, uma das cidades coloniais mais antigas e mais preservadas do Brasil.  Foi declarada Patrimônio Artístico e Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1982.

Visitamos suas ruelas, o Convento Franciscano, que tem a maior coleção de azulejos e um mercado de artesanato local.

Comprei várias peças esculpidas por garotos na casca do cajueiro.  Uma coisa muito bonita.

A cidade tem uma ótima infra estrutura para passeios, compras e ótimos restaurantes.

Nosso passeio também incluiu a visita a Porto de Galinhas, onde há uma quantidade enorme de piscinas naturais, cheias de peixinhos, a praia de Muro Alto, onde passeamos de buggy e na praia de Calhetas, ao lado do nosso hotel.

Num dos dias, passeamos de lancha pelo mangue atrás do hotel e almoçamos numa ilhota.  Os moradores cozinharam carangueijos fresquinhos e comemos caju no pé.  Uma delícia.

As duas ocasiões em que estivemos na cidade, ficamos hospedados no Cabo de Santo Agostinho, no antigo Blue Tree Park Resort.

Veja algumas fotos da nossa visita.

Passeio de lancha, ilhota onde almoçamos

Entrada do mercado/ casa de detenção

Rua Bom Jesus

Capela Dourada – digitalização de um postal.

Convento Franciscano

Vista do Convento

Praia de Porto de Galinhas e as jangadas que levam às piscinas

Praia de Muro Alto

Praia de Muro Alto

Sobre Debora Godoy Segnini

Nascida em São Paulo, onde vive, mãe, esposa, funcionária pública, blogueira, viajante, até na maionese, adora viajar, vinhos, cozinhar, restaurantes, livros, passear, sol, chuva, doce, salgado, montanha russa, museu....... e no blog retrata as viagens da família, do casal e tudo aquilo que mais Gosta e Pronto!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top