Capa » Destinos de viagem » Brasil » Brasília – Distrito Federal

Brasília – Distrito Federal

Nesse feriado de 7 desetembro/2012 viajamos para Brasilia.  O marido já estava lá.  Tinha ido à trabalho.  Aproveitamos e fomos, eu e o filhão, para visitarmos a Capital Federal.  Na verdade, há um tempo quero apresentar para ele a capital do nosso país. Saímos de São Paulo na quinta feira (06/09) no final do dia.  Aquele perrengue…..  23 de maio lotada, aeroporto de Congonhas idem (havia uma fila imensa apenas para quem fez check in na web e queria etiquetar a bagagem  – a fila do check in normal era menor).  Nosso vôo atrasou e chegamos mais de meia hora depois do previsto em Brasilia.  Ficamos hospedados no Mercure Lider, no setor hoteleiro norte.  Foi uma ótima indicação de uma amiga que já morou lá e às vezes faz uma visitinha aos amigos.  Um tipo de apart,  saletinha com sofá cama, uma mini cozinha, com pia, fogão de indução, microondas e frigobar, um bom quarto com armário embutido e o banheiro com um chuveiro ótimo.  A TV com canais à cabo, vira de um lado(a sala) ao outro (o quarto).  Bem aproveitado.  Ao lado do hotel há um Mc Donalds e logo atrás um shopping – Brasília – com ótimas lojas, praça de alimentação e restaurantes. Brasilia é uma cidade muito bonita, cheia de praças, muito arborizada (embora estivesse muito seco), organizada, bem dividida e com vias largas e bem sinalizadas.  É a capital federal e sede do governo brasileiro, localizada no Distrito Federal (estado autônomo), dentro do estado de Goiás. É a quarta cidade brasileira mais populosa (fonte: wikipédia e censo demográfico de 2010).  Foi inaugurada em 21 de abril de 1960 pelo presidente da época Juscelino Kubitscheck, sendo a terceira capital do Brasil, sucedendo Salvador e Rio de Janeiro. É a sede dos três poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário.  O plano de urbanização da capital foi idealizado pelo urbanista Lúcio Costa e muitas de suas construções foram projetadas por Oscar Niemeyer. No dia 07/09, se ouvia ao longe o desfile da Independência. Saímos após o café da manhã, caminhando até a Esplanada dos Ministérios, para vermos o desfile (idéia do maridão – lonnnnnge…….).  A Esplanada dos Ministérios faz parte do Eixo Monumental, que vai da Praça dos Três Poderes até a Rodoferroviária de Brasília.  No desfile primeiro passaram pessoas representando as regiões do país com suas peculiaridades e uma banda acompanhando.  Depois passaram os representantes das armas (exército – marinha e aeronáutica), com suas respectivas bandas, os blindados, automóveis e meios de transportes de todas as armas e ao final, a apresentação da esquadrilha da fumaça.  Muito bacana!!!  Tudo isso na Esplanada dos Ministérios.  São montadas arquibancadas e é feito um bloqueio na rua para a passagem do desfile.  O que posso dizer, a organização é boa, mas pode melhorar.  O sistema de som é muito ruim e faltam latas de lixo no evento.  Aliás, isso falta por toda a cidade, só há latinhas bem pequenas, em alguns locais.  Então, não preciso dizer sobre a quantidade de lixo no chão ao final do desfile.

Blindados do exército
Cavalaria
Esquadrilha da Fumaça

Depois do desfile, saímos em direção ao Congresso Nacional.  Estava fechado, mas tivemos uma bela vista do local.  À direita o Itamaraty e à esquerda o Palácio da Justiça.  Continuamos e chegamos ao Palácio do Planalto.  Havia uma manifestação em direção ao palácio  e então partimos dalí.  Pegamos um taxi e fomos para o Pontão do Lago Sul.  Um lugar espetacular, construído com muitos jardins, estacionamento e restaurantes à beira do Lago Paranoá, que tem 600 milhões de metros cúbicos de água.  Almoçamos no Café Antiquário, um restaurante excelente, uma comida divina, apresentação e serviço nota 10.   O site do pontão é: PONTÃO

Jardins do Pontão
Lago Paranoá – Pontão do Lago Sul

Passeamos bastante à beira do lago  e fomos para o shopping Brasilia.  Era feriado, estava tudo fechado, mas a praça de alimentação não e aproveitamos para tomar um sorvetinho por lá.  O site do shopping é: SHOPPING BRASILIA Fizemos uma reserva e jantamos lá mesmo, num restaurante que chegou à São Paulo faz pouco tempo, o Coco Bambu.  O restaurante é enorme, serviço e comida nota 10. O site do restaurante é: COCO BAMBU Nesse dia, pegamos um taxista ótimo e combinamos com ele um city tour pela cidade.  Há várias empresas, indicadas pelos hotéis que fazem city tours pela cidade.  A opção de pegar um taxista é que fica um pouco mais rápido o passeio, já que não precisa esperar todo mundo descer e subir nos transportes e porque fica mais pessoal.  Você demora e faz o que achar melhor. Vou deixar aqui o telefone do Francisco, nosso motorista, que indico – 061 8434-8475. Saímos às 9:00 horas do dia 08/09 e fomos tomar café da manhã na La Boulangerie, na asa sul.  Eu tinha pego indicação dessa padaria na Veja Brasilia.  A padaria é pequena, porém, artesanal.  Eles são muito simpáticos no atendimento.  Não são muitas opções, porém, tudo é de muita qualidade.  Entre as gostosuras deles há macarons deliciosis. O site dessa padaria é: LA BOULANGERIE Começamos nosso tour pela Esplanada dos Ministérios.  Passamos pelo Teatro Nacional, uma construção diferenciada, e paramos no Museu Nacional, ao lado da Biblioteca Nacional para uma visita.  Muito bacana o local, arquitetura bem diferenciada, visita gratuíta com exposições sazonais.  Na sequência, fomos para a Catedral.  Logo na entrada, há estátuas altíssimas de santos e dentro da Catedral há vitrais maravilhosos, anjos lindíssimos, e uma réplica da Pieta de Michelângelo.  Lá também está a cruz usada na primeira missa ali realizada, datada de 1957.

Biblioteca Nacional de Brasília
Museu Nacional
Catedral
Vitrais da Catedral e os anjos
Réplica da Pietá de Michelângelo
Cruz da 1ª Missa

Fomos para o Congresso Nacional.  Estava aberto e cheio de gente. Há visitas guiadas pelas salas do Senado Federal e Câmara dos Deputados.  O salão é muito bonito.  Os tours são gratuítos e muito interessantes (não fizemos dessa vez, mas eu já conheço o local e indico).  Havia, também, uma exposição do pintor Vitor Meirelles “Primeira Missa no Brasil”, em retratos da Brasilidade.  A exposição está no Salão Negro do Congresso e fica até 16 de setembro.

Congresso Nacional
Quadro de Vitor Meireles – Primeira Missa no Brasil
Palácio da Justiça

Na sequência paramos na Praça dos Três Poderes, onde há o STF, o Palácio do Planato e as costas do Congresso Nacional.  O lugar é bem bacana e há muito mais que os três poderes nessa praça. Há vários monumentos/ esculturas, museu, muita coisa para explorar.

Escultura Os Candângos na Praça dos Três Poderes e ao fundo o Palácio do Planalto

De lá, seguimos para o Palácio da Alvorada, residência oficial da nossa Presidenta Dilma.  Muitas pessoas se aglomeram na frente do palácio, onde há um lago e um enorme jardim, onde  havia uma ema com três filhotinhos passeando.  No caminho, passamos pela residência do Vice Presidente, o Palácio do Jaburu, mas não dá para ver nada, porque é muito distante do portão.

Palácio da Alvorada

Seguimos em direção a Ponte JK  que liga o Lago Sul a parte Central de Brasília (eixo monumental), atravessa o lago Paranoá e foi inaugurada em 15 de dezembro de 2002.  Tem 1200 metros de comprimento, 24 metros de largura, passarelas laterais para ciclistas e pedestres.  São três arcos assimétricos que representam uma pedra quicando no espelho d’água. Após, fomos para o Memorial JK.  Um lugar muito interessante, onde estão guardados além dos restou mortais de Juscelino Kubsticheck, todos os seus pertences, livros, móveis, comendas e colares de mérito, os objetos usados como médico, seus documentos, seu relógio, aliança  até roupas.  Há também muitas coisas de Dona Sara, sua esposa.  O memorial conta a história de JK com detalhes  (única atração que pagamos $10 para entrar).  O site do memorial é: MEMORIAL JK

Ao fundo o Memorial JK, no jardim, na frente, as estátuas de bronze de JK e dona Sara
Brasília, na entrega ao povo
Juscelino Kubitscheck

Próxima parada – Shopping Iguatemi – Asa Norte.  Fomos conhecer o shopping “chique” de Brasília.  Realmente, ele tem uma ala muito bem guarnecida com muitas grifes.  A praça de alimentação também é boa, e tem bons restaurantes – Outback, Pobre Juan e Galeto’s. O site do shopping é: IGUATEMI BRASILIA Almoçamos, passeamos um pouco por lá e voltamos para o nosso hotel, para descansarmos um pouco.  Sol a pino o dia todo e umidade abaixo de 20%.  Pelas informações que tivemos, não chove por lá tem uns 70 dias.  As praças estão áridas, as plantas secas, as árvores pedindo ajuda e há uma poeira imensa quando venta.  Mas isso não atrapalhou o passeio. À noite voltamos para o Pontão para jantar.  Lá é bem badalado à noite.  Muita gente reunida comendo e bebendo à beira do lago.  É muito agradável.  Jantamos no Manzuá (antigo Bargaço).

Jardins do Pontão à noite

No último dia, domingo, nosso motorista nos levou tomar café no Belini.  Ótimo.  Não se trata apenas de uma padaria.  É um restaurante, adega, loja.  Tem muita coisa boa e gostosa por lá.  Os pães são ótimos.  O buffet de café da manhã é servido na varanda.  Experimentamos e adoramos.  Não nos arrependemos.  Pelo preço oferecido, comemos à vontade, frios, frutas, sucos, leite, pães doces e salgados, bolos, omelete, tapioca, salsicha, ovos, docinhos e bolos elaborados.  O atendimento é um pouco displicente, mas que não fez a diferença, pois optamos pelo buffet.  Na parte de cima há um restaurante muito aconchegante.  O site é: BELINI Seguimos em direção a Torre de TV.  Ficava bem em frente ao nosso hotel.  É uma torre de TV, localizada numa praça, no Eixo Monumental, onde você pega um elevador e sobe até o mirante que te dá a vista de toda a cidade e embaixo, há uma feira de artigos regionais, bem bacana, também. De cima, dá para ver toda a Esplanada dos Ministérios, o lago Paranoá, o Estádio Mané Guarrincha, que está sendo reconstruído para a Copa do Mundo, o Parque da Cidade, um parque imenso com parquinhos, parque de diversão, locais para piquenique, corrida, etc. É imperdível.

Vista da Torre de TV
Parque da Cidade visto da Torre de TV
Reconstrução do Estádio Mané Garrincha

Brasília tem muitos passeios para se fazer.  Há o Santuário Dom Bosco, Quartéis Generais, os vitrais da Caixa Econômica, o Setor das Embaixadas, o Templo da Boa Vontade, Museu da Memória Candanga, Catetinho (1ª residência do presidente), o setor das Mansões, a barragem do Paranoá, outros shoppings, o Pier 21 que tem entretenimento e gastronomia para todos os gostos e passeios que ficam no entorno da Capital, como vista ao salto do Iquitira (queda d’água de 168 metros de altura, há 120 km de Brasilia), Cristalina, com lojas de pedras preciosas (135 km de Brasília), salto de Corumbá e Pirenópolis, há 160 Km de Brasília, com casarões seculares, ruas e calçadas em pedras, considerada um cartão postal da história brasileira e a Chapada dos Veadeiros, uma das formações geológicas mais antidas do planeta. Há, também, passeios noturnos para observação dos prédios públicos iluminados, que ficam lindos.  A visita vale muito!!!!

Catedral – vista noturna

Maiores informações sobre Brasilia e todos esses locais visitados podem ser obtidas no site: BRASILIA 

Sobre Debora Godoy Segnini

Debora Godoy Segnini
Nascida em São Paulo, atualmente morando nos Estados Unidos, é mãe, esposa, funcionária pública em trabalho remoto, editora deste blog, viajante, até na maionese, adora viajar, vinhos, cozinhar, restaurantes, livros, passear, sol, chuva, doce, salgado, montanha russa, museu....... e no blog retrata as viagens da família, do casal e da vida!!!! Tudo aquilo que mais Gosta e Pronto!!!!

Confira

Provence com crianças

No ano passado, quando eu programei a viagem para a França, estava numa dúvida cruel …

sem comentários

  1. adorei ler a descrição da sua visita à Brasilia. Só faltou visitar o Senado, que tem um tour muito bem organizado,onde vc tem a oportunidade de visitar o plenário da Camara e do Senado, além de outros pontos interssantes. Bom motivo para vcs voltarem. Parabéns! Monica Freitas

  2. Adorei, as fotos estão lindas !! Bj.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *