Você está aqui: Capa » Blogagem Coletiva » Blogagem Coletiva – Mudanças para viajar mais pelo Brasil

Blogagem Coletiva – Mudanças para viajar mais pelo Brasil

Num dos grupos que faço parte no Facebook, foi lançado o desafio de uma nova blogagem coletiva que envolvesse um assunto muito polémico que trata das mudanças para que as famílias viagem mais pelo Brasil.

Assunto polêmico mesmo…..  Eu viajo bastante para o exterior e muito pouco pelo Brasil, por motivos óbvios.  Esse ano, decidimos investir mais nas viagens internas e estamos nos deparando com coisas que nunca pensamos que poderia acontecer num país como o nosso, em pleno desenvolvimento, num momento em que o País está se preparando há algum tempo, para receber milhões de turistas por conta da Copa do Mundo. Não que estivéssemos vivendo numa utopia e pensando que isso não existisse, mas achava que as coisas já tinham mudado um pouco!!! Lamentável, para não dizer triste demais.  Triste, foi encontrar muito mais do que 10 itens para elencar aqui no texto.  Mais difícil ainda foi dosar as palavras, ter a mão leve para colocar aqui todos os problemas que tenho encontrado.  Mas não vou deixar isso me vencer.  Meu país é lindo, tem lugares que outros não tem, comidas diferentes, um clima agradável e a parte mais triste é a falta de pessoas interessadas em melhorar esse cenário.  Vivemos, infelizmente, num país de oportunismos, não de oportunidades – muita confusão entre as coisas, mas enfim, é o que temos!

A idéia era de fazer uma blogagem positiva. Eu falhei no que diz respeito a ser positiva.  Não consegui!!!!  Vamos aos fatos do que, na minha opinião, precisa ser melhorado.

Melhorar a estrutura para recepcionar o turista – isso, em todos os aspectos.  Moro em São Paulo e trabalho na avenida mais movimentada da cidade, onde está nada menos que um dos mais lindos cartões postais, o MASP.  Ali, além das calçadas serem péssimas para o acesso de cadeirantes e famílias com crianças pequenas, que utilizam carrinho, o vão livre é um antro de pedintes, drogados e punguistas…..  Aí você vai me dizer, que no Louvre também roubam sua carteira.  Sim,  há placas indicativas, eu vi com meus próprios olhos, mas não podemos nos comparar com coisas ruins, temos que cuidar para que isso não aconteça.

Quer ir ao banheiro num aeroporto, num parque público, numa atração turística???  Prepare-se para uma aventura!!!!!  Ahh e não esqueça de levar o seu papel higiênico, sabonete para lavar as mãos e se quiser trocar o seu filho, um equipamento para que isso seja possível!!!! Não está fácil pra ninguém.

E a falta de estrutura não para por aí.  Em São Paulo, por exemplo, a maior, mais populosa cidade do Brasi, está péssima, toda esburacada, entulhada de carros e com um sistema de transporte que não atende nem mesmo a população, uma malha de trens e metrô que não dá conta do cotidiano, o que dirá para a quantidade de estrangeiros que estamos esperando nos próximos meses.  As pessoas chegarão num aeroporto “sucateado”, sem estrutura para recebê-los, com uma área de desembarque ridiculamente minúscula, um número esquálido de esteiras para pegarem suas bagagens, isso se houver pontos de desembarque suficientes para encostarem as aeronaves.

E o problema não para aí……  Quais são as formas de se sair do aeroporto???  Taxi e ônibus e filas, muitas filas.  Já cheguei a pegar fila de uma hora para subir num taxi fora de temporada no Aeroporto Internacional de São Paulo.  Simplesmente lamentável!

No Aeroporto Internacional de Salvador – carros param em fila dupla no desembarque, embaixo das placas de não estacione.  Um desembarque horroroso, onde você é abordado por pessoas que praticamente te seguram, para oferecer um transfer e quando você chegar do lado de fora, a visão do inferno era melhor!  Isso envolve, também, o próximo tópico deste post.

Cuidar da educação/cultura do cidadão brasileiro –  a falta de educação tanto do turista interno, como das pessoas que cuidam do turismo é fato. Falta de educação e de respeito com o próximo.  Estivemos em Praia do Forte e Morro de São Paulo em janeiro e vi muito lixo.  De verdade. Lixo jogado no chão, espalhado pela praia e isso é falta de educação e de cultura do turista e dos locais também.

Vi pessoas nas piscinas naturais de Praia do Forte tomando cerveja dentro delas e o rótulo da garrafa boiando no mar….  Pode???? Claro que não!!  E deu para perceber, pelo sotaque, que eram locais.  Aliás, conversando com uma moradora local que estava no praia, ela me disse que é uma tristeza ver o que está acontecendo com o local.

Mas a falta de educação envolve cultura! Essas pessoas que jogam o lixo no chão e tomam cerveja no mar estavam com crianças.  Daí, passam essa cultura do “alguém vai recolher” para frente.  Uma pena.  Já disse em algum dos grupos que participo, que enquanto houver essa cultura de quem alguém vem recolher o seu lixo e a sua sujeira, teremos subempregos no país e mais pessoas sem cultura e educação. Pronto falei!

No que diz respeito à cultura, um ponto nevrálgico esse.  Façam uma pesquisa e perguntem – Paulsitano, você conhece o Masp??  Já visitou?? Pegunte também, você conhece algum estádio de futebol??  Pergunte a quantos jogos de vôlei ou basquete, da seleção brasileira, já foram vistos no Ibirapuera. Acho que não preciso dizer a resposta. Eu não detestou futebol, calmaê!!!!  Mas acho tudo isso muito exagerado……

lixo

Na Praia do Forte – lixo acumulado e não retirado pela prefeitura local e o lixo largado pelos turistas.

Melhorar a prática do excesso de oportunismo e não da oportunidade – talvez a falta de cultura e de educação das pessoas faça com que as pessoas confundam oportunidade com oportunismo.  Fato!  Num país, onde as oportunidades afloram, de todos os lados, quem não viu todas as reportagens sobre o aumento das tarifas hoteleiras no período que antecede durante a Copa do Mundo?  Isso é certo???  A hotelaria e as atrações turísticas irão lotar e bombar….  Necessário colocar o preço nas alturas?? Nós que queremos viajar pagaremos o pato??  E não fica só nisso.  Viajar durante férias, alta temporada, feriados é praticamente um assalto a mão armada.

Veja só, as passagens aéreas sobem vertiginosamente, emitir um bilhete interno com milhas, sem aproveitar as promoções é claro, é quase o  mesmo numero de pontos de viajar para o exterior.  As companhias aéreas locais nos esfolam com a maior tranquilidade.  Os hotéis, mesmo os mais simples, nos esfolam na mesma proporção.  Alugar um carro, então…..  aí é o mais engraçado.  Eu alugo carros fora do país com todo o luxo e conforto – carros automáticos, com ar, direção hidráulica, vidros elétricos, abs, air bag, carros grandes.  Aqui, um carro econômico, leia-se 1.0, manual, sem ar, sem conforto, sem freios freios abs, sem air bag, carro pequeno, fica o mais caro que qualquer carro que eu já tenha alugado fora do país e ainda sou responsável pelos retrovisores, pneus, estofamento e uma série de  ítens que não estão incluídos no seguro – o que faço – levo comigo na bolsa quando estacionar o carro, já que aqui não temos segurança??  Oi!!!! Se incluir todos os seguros, fica mais caro que o hotel!!!!  Ufa….  que ginástica.

Sobre a alimentação – Faça as contas quanto uma família gasta num passeio ao incluir a alimentação.  E não precisa ir muito longe.  Pensa no preço da pipoca no cinema…..  Pensa que o prato infantil num restaurante custa quase o mesmo preço do prato de um adulto…..  São poucas as redes que oferecem algum atrativo.  Poucos são os restaurantes com opções infantis, tem menu infantil e espaços  para as crianças brincarem e se divertirem.

Fora que não vou nem mencionar o que temos para comer nas nossas atrações turísticas…….

Lembra da falta de estrutura nos aeroportos????  Experimenta fazer uma refeição num deles!!!!!

Melhorar a organização  – Fomos fazer um passeio em Morro de São Paulo e achei um horror de desorganização. As empresas que vendem o produto juntam as pessoas num mesmo local onde acontece a saída, os “organizadores” começam a falar entre si e não decidem nada, deixando os turistas ali, feito bobos, aguardando um sinal deles.  Nós que tivemos que perguntar qual a lancha, como e onde….  Pareciam perdidos e ainda parecia que nunca tinham organizado um passeio. Detalhe – nenhum deles segue junto com o grupo!

Já tentou subir no Corcovado em feriado??  Já fui duas vezes.  Na segunda vez, quase não tive coragem de descer do taxi na porta…..  Uma loucura, pessoas te abordando, gritando no seu ouvido que ingresso só para final do dia e que com ele havia um jeitinho…..  Vontade de esmurrar o cidadão…. Não tem organização.  Parecia o final dos tempos!!!!

Sorte que em algumas grandes cidades, pessoas já estão trabalhando com isso e organizando passeios, visitas – procurem São Paulo o  Conexão Cultural, o Projeto Sabiar e no Rio de Janeiro o Intrip.

 – Melhorar a segurança – essa parte pode ser a pior????  Ainda não sei o que é pior!! Eu moro em São Paulo e sou pedestre.  Ando a pé, vou trabalhar à pé, ao supermercado e muitos outros lugares.  Tenho medo de andar à pé pela minha cidade.  Pegar o celular, andar com uma máquina fotográfica…..  Ok!  Acontece em outros países também, mas não na mesma proporção.  Vamos combinar né!!!!

E quem tem coragem???  Estivemos no centro de Salvador em janeiro e uma pessoa do turismo, no Elevador Lacerda chamou meu marido e pediu que tirasse a correntinha do pescoço que estava por baixo da camiseta e disse: “Cuida para que não te roubem amigo.  Fica de olho aberto!” Nesse momento, já fiquei pensando nas minhas mochilas que estavam no Terminal Marítimo…… Um horror andar pelas ruas sem se sentir seguro.

Melhorar a conservação das nossas atrações – esse quesito vai de encontro com a falta de educação e cultura do povo, num mix com o descaso das autoridades.  Os monumentos estão aí.  Alguns caindo aos pedaços por falta de ação do governo no que diz respeito a sua conservação – mas você não precisa ir até lá , subir, pixar, quebrar…..  Algumas pessoas acham que porque o monumento está lá todo estragado ou porque é velho, tem o direito de detonar com tudo, pixar, rabiscar……  Pensa que isso é um patrimônio cultural do seu país!!!!  Isso é uma falta de cultura total.

Falta de cultura, também, das secretarias de turismo e do governo enquanto não cuidam do nosso patrimônio, dos nossos parques, do nosso verde.  Não podemos querer aumentar o turismo e só querer mostrar o Brasil como o país do futebol e do samba.  Das mulheres nuas e com corpo escultural do Carnaval.  Hello!!!  Nosso país tem muita coisa linda.  Praias e paisagens maravilhosas.  Uma bagagem cultural imensa, cheia de histórias…  Vamos mostrar isso!!!!!!

Castelo Garcia Davila

Paredes rabiscadas/pixadas no Castelo Garcia D’Avila em Praia do Forte/ Bahia

Falta de conservação das nossas estradas – já pensou em fazer uma road trip pelo Brasil???  Eu já, aliás, para as férias de julho tinha vários planos, mas todos foram por agua abaixo.  Se sair dos eixos de rodovias privatizadas, não dá para viajar né!!!  Tenho certeza que se desse para fazer uma viagem pela costa brasileira, como já fiz pela costa oeste dos Estados Unidos eu ficaria maravilhada com tudo, mas falta coragem.  Já leu sobre essas rodovias???  Falta de asfalto, estrutura, acidentes escabrosos, falta de áreas para uma parada estratégica….. Os problemas são muitos…..

Chega!!!  Não elenquei dez coisas, porque cansei de meter o pau no meu país, de encontrar problemas na minha cidade!  Escrever esse post me deixou com um gosto amargo e um nó na garganta.  Gostaria de falar só de coisas boas…..  Triste isso viu!!!

Nós brasileiros podemos fazer a nossa parte viu!!!  Podemos reivindicar junto às nossas câmaras de deputados e de vereadores, mudanças nas cidades  e votar melhor.  A parte mais importante.  Vamos parar de trocar mazelas…..  Podemos educar nossos filhos de modo que sejam crianças, adolescentes e adultos que agreguem e passem para frente essa cultura de querer o melhor.

Eu quero o melhor para mim e para meu filho e corro atrás disso.  Ensino muito e mostro o que não é bom e o que é errado fazer. Não vamos criar nossos filhos na ignorância.  Temos que ler para nossas crianças e explicar, ensinar, mostrar nossas belezas. Dar bons exemplos e mostrar o que é errado.  Todo mundo pisa na bola, não dá para ser perfeito 100% do tempo, mas temos que tentar dar o nosso melhor e passar isso para frente!

Eu adorei mostrar a ele o centro histórico de Salvador, os monumentos de São Paulo, do Rio de Janeiro, as lindas praias de Morro de São Paulo, as Cataratas de Foz do Iguaçu e quero mostrar ainda mais!!!!

Gostou do post?? Deixe um comentário e vamos dar vida ao blog!!

Olha só quem mais está participando dessa Blogagem Coletiva:

1. Adriana Pasello – Diário de Viagem: http://www.diariodeviagem.com/photo/blogagem-coletiva-mudancas-familias-viajarem-brasi/

2. Claudia Boemmels – Brasileiros mundo afora: http://www.brasileiros-mundo-afora.com/2014/03/10-mudancas-para-as-familias-viajarem_29.html

3. Flávia Peixoto – Viajar é tudo de bom! http://www.viajaretudodebom.com.br/2014/03/30/10-mudancas-para-as-familias-viajarem-mais-pelo-brasil/

4. Claudia Rodrigues  – Felipe, o pequeno viajante:  http://felipeopequenoviajante.blogspot.com.br/2014/03/21-mudancas-para-as-familias-viajarem.html

5. Andreza Trivillin  – Andreza Dica e Indica Disney: http://www.andrezadicaeindicadisney.com.br/2014/03/blogagem-coletiva-mudancas-para-as.html

6. Thyl Guerra – Viajando com Palavras: http://viajandocompalavras.com/2014/03/30/blogagem-coletiva-mudancas-para-as-familias-viajarem-mais-de-carro-pelo-brasil/

7. Eder Rezende – Quatro Cantos do Mundo:  http://quatrocantosdomundo.wordpress.com/2014/03/30/10-mudancas-para-as-familias-viajarem-mais-pelo-brasil/

8. Ana Luiza Fragoso – Oxente Menina:http://www.oxentemenina.com/2014/03/10-mudancas-para-as-familias-viajarem-mais-pelo-brasil/

9. Adelia Lundberg – Paris des Petits:http://parisdespetits.blogspot.com.br/2014/03/blogagem-coletiva-12-mudancas-para-as.html

10. Débora Galizia – Viajando em familia:http://viajandoemfamilia.com.br/blogagem-coletiva-mudancas-para-as-familias-viajarem-mais-pelo-brasil/

11. Márcia Tanikawa – Os Caminhantes Ogrotur: http://oscaminhantes.com/2014/03/queremos-viajar-mais-pelo-brasil.html

12. Karen Schubert Reimer – As Aventuras da Ellerim Viajante:  http://ellerimviajante.com.br/2014/03/10-mudancas-para-as-familias-viajarem-mais-pelo-brasil-blogagem-coletiva.html

13. Thiago Cesar Busarello – Vida de Turistahttp://www.vidadeturista.com/artigos/10-mudancas-para-familias-viajarem-mais-pelo-brasil/

14. Regeane Nicaretta- dicas da rege: http://dicasdarege.com/2014/03/30/florianopolis-melhor/

15.  Erica Piros Kovacs – Viagem com Gêmeos:http://viagemcomgemeos.com/2014/03/30/blogagem-coletiva-10-mudancas-para-as-familias-viajarem-mais-pelo-brasil/

16.  Francine Agnoletto – Viagens que Sonhamos http://www.viagensquesonhamos.blogspot.com.br/2014/03/mudancas-para-viajarmos-mais-pelo-brasil.html

17. Sut-Mie Guibert- Viajando com Pimpolhoshttp://viajandocompimpolhos.com/2014/03/30/blogagem-coletiva-10-mudancas-para-as-familias-viajarem-mais-pelo-brasil/

18. Ana Cintia Cassab Heilborn – Travel Book Blog:http://www.travelbook.blog.br/2014/03/10-mudancas-para-as-familias-viajarem.html

Sobre Debora Godoy Segnini

Debora Godoy Segnini
Nascida em São Paulo, onde vive, mãe, esposa, funcionária pública, editora deste blog, viajante, até na maionese, adora viajar, vinhos, cozinhar, restaurantes, livros, passear, sol, chuva, doce, salgado, montanha russa, museu....... e no blog retrata as viagens da família, do casal e da vida!!!! Tudo aquilo que mais Gosta e Pronto!!!!

12 comentários

  1. Oi Débora!!!
    Já passei por quase todos os posts, e concordo com você. Aliás, as postagens estão quase todas reclamando das mesmas coisas.
    Também não consegui “pegar lever”. Na verdade, tinha excluído a última parte sobre a Educação, mas no final acabei colocando, porque acredito a raiz de todos os nossos males…
    E já falei para algumas pessoas daqui, mas gostaria mesmo, que nossas lamúrias fossem ouvidas e atendidas, pelo menos em alguma parte…
    Um abraço!

    • Debora Godoy Segnini
      Debora Godoy Segnini

      É Márcia….. Dificil mesmo né!!!! Tomara Deus que alguém nos ouça!!! Um forte abraço e obrigada pela visita!!!

  2. Fran Agnoletto

    Débora,

    O importante é que a maioria postou as mesmas coisas com visões diferentes, não acha?

    Eu também não consegui ver o lado positivo das coisas. Me lembrei de Gramado, que acho que é o melhor exemplo brasileiro, e mesmo assim, tem muito a melhorar.

    Tomara que nossos filhos ou talvez os netos, consigam aproveitar melhor o nosso país.

    Bjs,

    Fran @ViagensqueSonhamos

    • Debora Godoy Segnini
      Debora Godoy Segnini

      Olá Francine, que bom ter você por aqui!!! Realmente, a reclamação é praticamente unânime, não é verdade…. Acho que vou me supreender com Gramado, espero. Espero, também, que os nossos filhos aproveitem um país melhor! Quem sabe!!!!! Um beijo

  3. Triste e deprimente, Debora!!! Mas iniciativas colo a de vocês é que nos traz esperança para que mudanças efetivamente ocorram! Parabéns!!! Amei!!!

    • Debora Godoy Segnini
      Debora Godoy Segnini

      Olá Vânia, tudo bem??? Obrigada pela visita!!! Obrigada, também, por estar conosco nessa luta por viajar melhor pelo país. Nosso país é lindo e cheio de coisas boas. Precisamos aproveitar mais, não é mesmo!!! E que venham as mudanças, para melhor! Um beijo

  4. josé antõnio correia de souza

    Olá Debora Godoy Segnini , como vai? É muito importante esse seu trabalho, mostrando um Brasil que muitos brasileiros desconhece, comtinui na caminhada querida , estou satisfeito por ter conhecido o blog, atraves das meninas que visitãm sergipe!

    • Debora Godoy Segnini
      Debora Godoy Segnini

      Olá José Antonio, tudo bem?? Obrigada pela visita. Meu post nao mostra comparativos, como os demais, mas demonstra minha insatisfação com os serviços que temos, de qualquer ordem. É tão mais facil e muitas vezes mais barato viajar para o exterior e isso precisa acabar. Nosso país é maravilhoso, temos praias lindas, uma cultura infinita e tudo muito mau utilizado. Uma pena!!!! Um abraço

  5. Estradas, segurança, conservação das atrações e estrutura, infelizmente esses problemas são de direta responsabilidade do Estado. Nele tenho pouca ou quase nenhuma esperança.
    Porém, a iniciativa privada precisa profissionalizar os negócios que atendem os turistas. Neles eu ainda tenho esperança porque se entenderem de fato que seus negócios dependem dos itens anteriores para dar certo, eles vão pressionar o governo e melhorias lentas podem começar a acontecer!
    Apesar de tudo, ainda #queremosviajarpeloBrasil !!!

    • Debora Godoy Segnini
      Debora Godoy Segnini

      Olá Adriana, que bom ter você por aqui!!! Falou só verdade hein, mas vamos ser otimistas, não é mesmo porque #queremosviajarpeloBrasil!!! Um beijo

  6. Oi Debora, você tocou em um ponto crucial: a educação do povo brasileiro e dos turistas. Em quase todos os lugares que se vai, as pessoas parecem não se preocupar em guardar seu lixo para depois descartá-lo em local apropriado, vai no chão, na areia, no mato mesmo e que se dane como vai ficar a aparência/limpeza do lugar depois.

    • Debora Godoy Segnini
      Debora Godoy Segnini

      Olá Patrícia, tudo bem?? Bom te ver por aqui! Ninguém suja lugar limpo não é mesmo….!! Se nossa cidade estiver limpa – e temos que dar nossa parcela de contribuição – o turista não vai vir aqui e emporcalhar nossa cidade….. Fica a dica!!! Um abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top