Capa » Europa » Museu do Louvre

Museu do Louvre

Acho que já falei que fiquei emocionada quando vi o prédio do Louvre….. É um lugar lindo, já por fora.
O prédio do Museu do Louvre foi construído no final do ano 1.100 para moradia do rei Felipe Augusto e sua família. Quando a da Corte Francesa se mudou para Versailles, porque achavam que precisavam de um lugar com mais glamour, o prédio ficou abandonado e em 1793, tornou-se museu.

A parte externa do museu é linda, magnífica. Belos jardins, bela arquitetura – um ícone mundial.Predio do LouvreMuseu do Louvre PiramideArco do Louvre

O Museu do Louvre tem mais de 60 mil metros quadrados e no seu acervo, peças variadas que vão desde quadros e pinturas mega famosas como a Monaliza, até m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a-s esculturas em mármore, antiguidades romanas, egípcias e gregas. Uma arte indescritível, de vários artistas como Michelangelo, Delacroix, Ticiano, entre outros. Chegamos cedo para visitar o Louvre e tinha reservado entre 3 a 4 horas para a visita. Tempo ínfimo, perto do que você precisa para conhecer o local – talvez um mês (rsrsrs).

Assim que chegamos, fomos para a Pirâmide de vidro, para nossa entrada fura fila – já que estávamos usando o Paris Museum Pass. Nessa visita, tivemos a certeza de que fizemos a coisa certa ao compra-lo. Antes mesmo de abrir, a porta do museu estava lotada (tudo bem que estávamos no mês de julho, mas se tivéssemos que pegar a fila – meu Deus – perderíamos mais de hora….). Entramos rapidamente, pegamos nosso guia/mapa – disponível em várias línguas, inclusive em português e traçamos a visita ali mesmo. Queríamos ver todos os destaques do guia – em número de 24 e nas passagens, apreciaríamos as obras (lembrem-se que estava com uma criança de 10 anos que adora museu – isso fez diferença – mas há crianças que não conseguem ficar tanto tempo assim num museu). Mesmo assim, não alcançamos todos os destaques.  O forte aqui em casa são as esculturas.  As pinturas não e, então, não fomos atrás de todas elas.

Louvre1

A população interna, logo na abertura era grande e então, decidimos começar a visita pela obra mais cobiçada, mais procurada e mais sinalizada do Louvre – A Monalisa – La Gioconda de Leonardo da Vinci, pintada no século XVI. A galeria onde fica exposta  estava lotada de gente, diria abarrotada, assim, às 9 e pouco da manhã e confesso que fiquei um pouco decepcionada com a obra – pequena para tanta aglomeração. Tudo bem, não imaginava que o quadro fosse enorme, mas tão pequeno também não!!!! Sabe que a obra que fica do lado oposto é maravilhosa e pouco apreciada??? Tente observá-la na sua visita e veja como ela é rica em detalhes e maravilhosa!!!  Aliás, ela é um dos 24 destaques que havia falado – As Bodas de Caná, de Veronese. Muita gente vai até lá, tira foto da Monalisa e sai sem, sequer, olhar para esse quadro gigantesco e divino!

Louvre MonalisaLesNocesdeCana Paolo Caliari

Dalí, partimos….

O Museu do Louvre é em si, uma obra gigante e há várias galerias para serem visitadas. São escadas, sobre e desce, entra e sai de galerias para passar de um local para outro, mas a beleza das obras e do lugar torna isso fácil e tranquilo (mas você vai ficar cansado, com certeza). E o melhor de tudo é que você pode usar a máquina fotográfica (sem flash, por favor!!!) e registrar toda a sua visita. Bom isso não!!!!

Detalhes LouvreLouvre Interno
Um bom conselho para a visita é pegar o guia e estabelecer o que pretende ver na sua visita, escolher artistas, galerias e apreciar a paisagem. Se não tiver pressa ou tempo especificado melhor, porque mesmo estabelecendo tempo, nós nos perdemos em várias galerias, apreciando detalhes das obras, imaginando como antigamente se faziam coisas tão perfeitas!!!!!

Louvre 2Louvre RamsesLouvre Antiguidades egípcias

Eu me apaixonei pelo Louvre e quero voltar, para uma visita mais profunda. Amei ver o pátio interno pelas janelas e andar por aqueles imensos corredores lotados de obras de arte.

Louvre Hamurabi
O famoso Código de Hamurabi

Louvre4

O Museu do Louvre fica fechado às terças feiras e funciona nos demais dias. Segunda, quinta, sábado e domingo fica aberto das 9:00 às 18:00 hrs e quartas e sextas, fica aberto até 22:00 hrs.

Chegamos no Museu do Louvre de metrô, descendo na estação Musee du Louvre.

Mais informações: LOUVRE.

Gostou do post??  Tem dicas?? Deixe um comentário e vamos dar vida ao blog!!!!

Sobre Debora Godoy Segnini

Debora Godoy Segnini
Nascida em São Paulo, atualmente morando nos Estados Unidos, é mãe, esposa, funcionária pública em trabalho remoto, editora deste blog, viajante, até na maionese, adora viajar, vinhos, cozinhar, restaurantes, livros, passear, sol, chuva, doce, salgado, montanha russa, museu....... e no blog retrata as viagens da família, do casal e da vida!!!! Tudo aquilo que mais Gosta e Pronto!!!!

Confira

Provence com crianças

No ano passado, quando eu programei a viagem para a França, estava numa dúvida cruel …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *