Capa » Destinos de viagem » Provence com crianças

Provence com crianças

No ano passado, quando eu programei a viagem para a França, estava numa dúvida cruel se fazia a região dos Castelos, de Provence e algumas pessoas me disseram que, talvez, meu filho pudesse não gostar da região, que talvez não tivesse muitas coisas para criança e aí, tiramos do roteiro.

Mas eu fiquei com isso na cabeça e achei que todas as regiões tem sim atividades para crianças.  Pensando nisso, eu convidei a Natália  Itabayana do blog Destino Provence, que está morando na região, para escrever um pouco de lá e olha só que bacana o relato dela.  Provence com crianças traz dicas importantes para quem pretende visitar a região que já entrou na minha lista de desejos.

Vamos lá, conta pra gente Natália!

“Vale a pena visitar a Provença com crianças ?

Vez ou outra esta pergunta me deparo com esta pergunta. Sempre respondo que ainda não temos filhos, mas é com base na experiência que tive recebendo em casa uma visitante mirim, minha priminha que veio nos visitar pela primeira vez aos 3 anos, e também observando amigos com filhos, além dos hábitos dos franceses que frequentam os mesmos lugares e atrações que nós, posso responder que sim, vale a pena. E listo aqui alguns dos motivos que justificam minha resposta, que é também apoiada por leitores que vieram pra cá com crianças e que gentilmente me contaram sua experiência de viagem.

Guest Provenca Foto 1 Area de Jogo

A França é o país com o maior índice de fertilidade da Europa

Isso significa que o francês é o europeu que mais tem filhos no velho continente. É muito comum ver famílias grandes, casais com três filhos, e mesmo cruzar um grande número de mulheres grávidas, principalmente durante o verão. Setembro é o mês onde se tem o maior registro de nascimentos por aqui, principalmente nos dias 21 e 22. Façam as contas… A noite de natal é fértil. Nos parques, o tráfego intenso de carrinhos de bebês é outro indício de que o país é, sim, um bom destino para vir com os petits. Sem falar que criança adora carrossel, atração presente na imensa maioria das cidades francesas.

Guest Provenca foto 2 Carroussel

Onde tem criança, tem estrutura para acolhê-la.

E que estrutura ! Praticamente todo parque ou jardim tem uma área de jogo bem demarcada e devidamente securizada para receber os pequenos : solo emborrachado que evita as doloridas esfoladas na hora do tombo e uma cerca que delimita a área e garante a segurança das crianças. Animais não podem entrar nas áreas de jogo, e as idades de cada brinquedo é indicada nos mesmos.

Guest Provenca Foto 3 Parquinho

No país da gastronomia, comer bem se aprende cedo.

Mas não pense você que vai ao restaurante dividir seu prato de escargots ou coquilles Saint-Jacques com os pequenos ! Praticamente todo restaurante conta com um menu infantil para crianças de até 12 anos, que oferece opções apetitosas : bife de hamburguer, empanadinhos de frango ou uma fatia de presunto bem servida, servido com salada e batatas fritas e geralmente acompanhados por uma bebida. E não se iludam achando que as crianças francesas não fazem caprichos : por vezes os pais tem de negociar pra convencer o petit à comer a salada ou os legumes. E quem não dispensa boa alimentação para os menores, a oferta de produtos naturais e orgânicos nos supermercados é grande : procurem pelas marcas Blédina, Gallia, Björg (orgânico), e pra quem dispuser de cozinha, pela rede de lojas Picard, que vende produtos congelados e tem um linha infantil sem conservantes.

Guest Provenca foto 4 Menu infantil

Crianças tem entrada gratuita em grande parte dos monumentos e atrações, ou beneficiam de tarifas reduzidas. E acho que muitos dos museus provençais podem atrair a atenção das crianças, como o Museu Grévin que conta a história da Provença com seus personagens representados por bonecos de cera, ou ainda Château de l’Empéri, que tem o maior acervo militar da região exposto num belo castelo medieval. E que tal um passeio no museu de história natural ? Aix-en-Provence e Marseille (Museu de História Natural de Marseille) tem, cada uma, seu próprio museu e a visita impressiona crianças e adultos. Lembro das palavras de uma mãe aos seus filhos quando estavam visitando um museu em Carcassonne, orientado-os a ficarem atentos ao filme que contava a história do monumento, pois era enriquecedor. Acho que não precisa de motivo melhor que esse.

Crianças tem energia de sobra, e a região tem atrações aos montes onde eles podem gastar toda sua energia: caminhadas e praia nas Calanques, passeio de pedalinho em Gorges du Verdon, trilhas nas montanhas – sim, já vi muitos pequeninos subindo a Sainte Victoire, por vezes andando, por vezes nas mochilas próprias pra trilhas nas costas dos pais ou mães.

Guest Provenca foto 5 menina na lavanda

Além disso, os vários castelos da região são prato cheio pra fazer a imaginação dos pimpolhos – e dos adultos também – viajar no tempo. Entre abril e setembro, grande parte dos monumentos, principalmente alguns castelos, tem atrações específicas voltadas para o público infantil. Seus filhos não falam francês ? C’est pas grave, as crianças tem a incrível capacidade de se comunicarem através do jogo, derrubando com facilidade a barreira do idioma. Em Nîmes, por exemplo, durante os jogos romanos que acontecem geralmente no mês de abril, ateliers de gladiadores e estratégias de combate romanas tem sempre um número imenso de participantes – meninos e meninas. Em Baux de Provence, as crianças podem participar da demonstração de funcionamento das armas medievais de defesa – catapulta e trabuco – e ainda aprender a lutar com espadas. Já em Saint-Maximin-la-Sainte-Baume, durante a feira medieval da quinzena, que acontece há mais de 700 anos na cidade, ateliers sobre lutas, costumes e profissões medievais atrai os pequenos aos montes.

Guest Provenca Foto 6 Lavanda

Sim, minha gente, contrariamente à ideia que se pode fazer sobre a pouca receptividade da França às crianças, principalmente aquele velho clichê de que diz que restaurantes franceses não aceitam crianças, os petits são bem-vindos e bem tratados por aqui. Ta esperando o quê pra vir percorrer os campos de lavanda, ir às praias do mediterrâneo e conhecer os vilarejos medievais da Provença em companhia dos rebentos?”

Obrigada Natalia pela sua participação no Gosto e Pronto!!!!  Adorei o post e as dicas!!!!!

As fotos deste post são de propriedade de Natalia Itabayana e cedidas para veiculação nesta oportunidade.

Gostou do post??  Tem dicas??  Deixe um comentário!!!!

Sobre Debora Godoy Segnini

Debora Godoy Segnini
Nascida em São Paulo, atualmente morando nos Estados Unidos, é mãe, esposa, funcionária pública em trabalho remoto, editora deste blog, viajante, até na maionese, adora viajar, vinhos, cozinhar, restaurantes, livros, passear, sol, chuva, doce, salgado, montanha russa, museu....... e no blog retrata as viagens da família, do casal e da vida!!!! Tudo aquilo que mais Gosta e Pronto!!!!

Confira

Disney Dream por Cynara Vianna

E para terminar a série dos Cruzeiros Disney eu convidei, para fechar com chave de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *