Capa » Destinos de viagem » Brasil » Minas Gerais » Um dia em Vargem Bonita

Um dia em Vargem Bonita

Eu já falei onde nos hospedamos no post Fazendinha da Canastra, nosso caminho para a Serra da Canastra e hoje eu vou contar um pouco como foi passar o um dia em Vargem Bonita.  Na verdade, passamos uma tarde, já que chegamos por lá perto de 14:30 horas.

Chegando em Vargem Bonita

Quando chegamos na pousada, já sabiamos que não haveria almoço, a uma porque eles não oferecem (apenas o lanche do passeio) e por conta do horário. Vicente até nos indicou uns dois lugares onde poderíamos comer, mas com o adiantado da hora, foi melhor fazer um lanche.

Depois de andar um pouco por Vargem Bonita, paramos na praça central da cidade, onde tem a igreja e fomos na Padaria São Guido e lá fizemos um lanche.  O proprietário cortou os frios na hora e nos preparou um bela misto quente e ainda nos serviu um pãozinho de frios que tinha acabado de sair. Estava quentinho e muito bom!  Nós, estávamos famintos!!!!!

Enquanto “almoçavamos” tivemos um dedo de prosa com ele.  Ele nos contou um pouco da cidade, das pessoas (haviam alguns amigos dele por lá), falou dos passeios, de ver lobo nas encostas, de lendas da cidade e assim, passou o nosso tempo. Ah e ele também nos apresentou uns livros sensacionais, sobre a fauna e flora local que é impressionante de linda. A padaria tem pães, biscoitos, lanches, sucos, docinhos e vários artigos secos que você pode comprar para levar para sua pousada.

Padaria São Guido - Vargem Bonita

A cidade tem farmácia e uma loja de artesanato que vou explorar na próxima visita.

Depois do nosso almoço, decidimos explorar um pouco a parte rural da cidade, onde o nosso carro, que é baixo, poderia ir sem problemas.  Tínhamos um destino que era a Cachoeira da Chinela.

Não é difícil chegar lá.  O Vicente (dono da pousada), tinha nos dado o rumo e há algumas placas (precariamente), que indicam o caminho. É uma cachoeira linda.  De verdade!!!!

Serra da Canastra Caminho da ChinelaCaminho para a Chinela

Há um lugar onde pode parar o carro perto da pequena trilha que leva até a cachoeira. Onde você para o carro há uma casa “de roça”, onde você paga a entrada para a cachoeira que está em área particular – pagamos R$ 5,00 por adulto. Quem fica ali nessa casa e Seu Tião Bentinho e Dona Daisy. Dois super velhinhos fofos.  Na chegada ela insiste que você tome café ou água, mas deixamos para a saída.

Serra da Canastra primeiro dia

A trilha é pequena, como já disse, com muitas plantas ao redor e de repente você começa a ouvir a água com mais força e chega às pedras que te levam ao poço – para onde cai a água dessa cachoeira.  Ela fica entre montanhas que margeiam a Canastra. Ficamos ali muito tempo contemplando a cachoeira e o poço de água mega geladíssima, onde muitos se aventuravam.

Cachoeira da Chinela 1
Cachoeira da Chinela
Banho na Cachoeira da Chinela
Turma da Coragem!!!!
Cachoeira da Chinela dupla
Pai dando uma pequena aula para o filho sobre a queda d´agua.

Cachoeira da Chinela

Na saída, pausa para um dedinho de prosa com Seu Tião Bentinho e Dona Daysi. Seu Tião puxa papo com os homens e Dona Daysi oferece água e café.  Eu estava com muita sede e ela me ofereceu “água da bica”.  Me disse: “toma dessa água minha filha.  Essa água é boa que nem remédio…..  dá coragem”…. Achei fofo e tomei a água.  Era tão gelada que me refez.  Achei estranho sabia…….

Há o tempo…..  O tempo era quente (feriado de Páscoa), mas a água estava prá lá de congelante……

Ali por perto há outras cachoeiras e várias trilhas que devem ser feitas com guias locais, porque algumas são de difícil acesso.

Depois passeamos um pouco pelas estradas que levam a outros lugares, mas para esses lugares era necessário um 4X4 e decidimos voltar para a pousada, pois já era final do dia.

Na CanastraPor do sol no chale da pousada

Descansamos em nossa rede e apreciamos um lindo por do sol antes de jantarmos. Já falei sobre nossos jantares no post da pousada Fazendinha da Canastra.

Gostou do post? Tem dicas?? Deixe um comentário e vamos dar vida ao blog!!!!

Sobre Debora Godoy Segnini

Debora Godoy Segnini
Nascida em São Paulo, atualmente morando nos Estados Unidos, é mãe, esposa, funcionária pública em trabalho remoto, editora deste blog, viajante, até na maionese, adora viajar, vinhos, cozinhar, restaurantes, livros, passear, sol, chuva, doce, salgado, montanha russa, museu....... e no blog retrata as viagens da família, do casal e da vida!!!! Tudo aquilo que mais Gosta e Pronto!!!!

Confira

Parte Alta da Serra da Canastra

Depois do passeio da Babilônia eu fiquei indecisa entre fazer o passeio na parte baixa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *