Capa » Destinos de viagem » Brasil » São Paulo » Cunha » Técnica do Raku – Atelier Gaia em Cunha

Técnica do Raku – Atelier Gaia em Cunha

Lembra que falei no outro post sobre nossa visita ao atelier Gaia? Fomos durante o dia, mas voltamos à noite para conhecer a técnica do Raku. O Raku é uma técnica japonesa de queima de cerâmica.

Bom, a queima do Raku acontece em data e horários marcados.  Durante os meses de férias (verão e inverno) acontece com mais frequência e tem que ser agendado.  Se você não for logo cedo ao atelier, peça para alguém da sua pousada providenciar. Foi o que aconteceu no nosso caso, a Ana e o Ciro providenciaram a nossa reserva.

Atelier de Ceramica GaiaDatas do Raku no Gaia

Chegando lá, na hora marcada, as portas são abertas para um ambiente externo, com cadeiras e bancos, onde podemos nos sentar em volta de onde acontece a queima.

Antes, durante e depois, a proprietária Mali com a ajuda do Wagner, vai contando tudo sobre a técnica, desde o surgimento. Busquei tudo que pude nas minhas anotações……

O tipo de queima era utilizado nas peças da cerimônia do chá!  Um mestre do chá, nos anos de 1500 solicitou a um ceramista que fizesse tigelas para a cerimônia do chá japonesa, que era uma cerimônia espiritual da época.

Assim surgiu a primeira dinastia Raku, com tigelas de vidro preto e vermelho feitas com a técnica do Raku e depois disso a tradição passou de pai para filho e não há inscrições acerca disso. Depois disso o Raku se socializou pelo mundo, começando por Toquio, passando pela Itália, Inglaterra e Estados Unidos.

As peças de Raku são consideradas peças de patrimônio de valor inestimável.

A técnica consiste em levar peças à queima em aproximadamente mil graus, sim!!! mil graus e depois resfriá-las num local com jornal e serragem e depois continuar esse resfriamento lavando-as.  É incrível!

Raku no Gaia Forno e Peças

Na foto acima, o forno ainda frio e as peças que serão queimadas. O forno é elevado à temperatura de, aproximadamente, mil graus e assim permanece por 50 minutos.  Enquanto isso Mali vai contando como é a técnica, explicando tudo e respondendo perguntas.  Depois, eles dão um tempinho para um happy hour com quitutes locais, vinho e refrigerante.  Uma delícia!!  Super bacana!!!

Forno Incandescente Gaia Raku

Aqui, eu me aproximando e xeretanto um pouco do forno…..

Quando alcançada a temperatura e esperado o tempo de queima, as luzes se apagam para que possamos ver as peças, praticamente, em brasas.

Raku no Gaia Peças prontas

 

Acompanhando, a primeira foto é do forno quente, a debaixo, das peças em brasa, que enchem nossos olhos, na sequência, acima, as peças no abafamento de jornal e serragem e depois lavadas numa cuba.  Eu me apaixonei por aquela bola azul e creme……

Peças incandescentes no Raku

Enfim, depois de prontas, as peças são colocadas à disposição dos visitantes e à venda para quem as quiser.  Embora em tenha gostado daquela bola, fui voto vencido e meu filho acabou arrematando a vermelha e bege e ela está embelezando a mesa da minha sala!!!!

Peças prontas do Raku GaiaA peça em bege e preto, que está em cima de pano branco é feita com uma técnica incrível.  Assim que retirada do abafamento e lavada, ainda quente, Mali colocava pedaços de crina de cavalo que derretiam (dava para ouvir o barulhinho) e grudavam na peça, fazendo a decoração.  Achei incrível mesmo!  Gostei demais!!!

Quem me deu essa dica?  A Raphaella Aretakis do Rapha no Mundo e ela conta como foi a visita dela ao atelier AQUI.

O Atelier Gaia fica na Rua Alcides Barbeta, 250.

Gostou do post? Tem dicas? Deixe um comentário e vamos dar vida ao blog!!!

 

Sobre Debora Godoy Segnini

Debora Godoy Segnini
Nascida em São Paulo, atualmente morando nos Estados Unidos, é mãe, esposa, funcionária pública em trabalho remoto, editora deste blog, viajante, até na maionese, adora viajar, vinhos, cozinhar, restaurantes, livros, passear, sol, chuva, doce, salgado, montanha russa, museu....... e no blog retrata as viagens da família, do casal e da vida!!!! Tudo aquilo que mais Gosta e Pronto!!!!

Confira

A gastronomia de Cunha

Contei mais de 36 restaurantes fora os cafés e afins que fazem parte da Gastronomia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *